bailarinos da companhia
de dança deborah colker

3 bailarinos com origens, idades e histórias diferentes e uma coisa em comum.

Os 3 são bailarinos da Companhia de Dança Deborah Colker. Mas não é só: todos têm a paixão pela dança correndo nas veias. Na verdade, há mais uma coisa que une os bailarinos Dielson Pessôa, Rodrigo Werneck e Lucas Saraiva correm o mundo como integrantes da companhia de um dos grandes nomes da dança contemporânea mundial.

Descubra mais:

O talento de um dançarino e coreógrafo sergipano em Londres

Origens diferentes e o palco como destino

Dielson Pessôa é pernambucano do Recife e foi lá que começou a dar os primeiros passos no universo da dança. Ele dançou frevo e maracatu, entre outros ritmos da cultura popular pernambucana, mas descobriu que precisaria se aprimorar na dança clássica para voar mais alto e atingir os seus objetivos. Este objetivo foi atingido quando, de passagem por Recife, Deborah Colker fez uma audição para selecionar dançarinos em Recife e ele foi convidado a se juntar ao grupo.

bailarino rodrigo werneck

Rodrigo Werneck

Rodrigo Werneck é o mais antigo dos membro da Companhia. Natural de Santa Teresa, Rio de Janeiro, começou a mostrar talento para a dança logo aos 4 anos de idade e, de lá pra cá não parou mais. Entre idas e vindas está há mais de 15 anos na Companhia Deborah Colker.

bailarino lucas saraiva

Lucas Saraiva

Lucas Saraiva, o caçula dos três, é paulistano e ainda é considerado um novato no grupo. Embora só tenha começado a dançar aos 17 anos, só o fato de fazer parte de uma companhia com o prestígio que tem a Deborah Colker já mostra o seu talento.

companhia deborah colker

Dienson Pessôa

Numa conversa com os 3, gravada em Camden Town, Londres, eles contam um pouco das suas histórias, falam da evolução da profissão de dançarino no Brasil, dos desafios e das perspectivas futuras. É uma conversa descontraída, bem humorada, com a leveza de um passo de bailarino.

companhia de dança deborah colker

Para enriquecer o vídeo, imagens belíssimas do espetáculo Tatyana, que fez temporada de duas semanas no Barbican Centre, sempre com casa cheia e incansáveis aplausos. A gente tem certeza que você também vai curtir conhecê-los e descobrir porque eles são tão bons no que fazem.

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv