a diminuta e influente
“city” de londres

Faz séculos desde que Londres se tornou uma das primeiras cidades globais que se tem notícia na história do mundo. E o mais interessante disso é que uma das linhas que conectam Londres à sua grande importância no contexto da história antiga e recente do planeta é o fator financeiro, que continua muito vivo nos confins da região.

city of london

Tudo começa pelo povoado de Londinium, criado pelo império romano no século I depois da morte de Cristo. Após a perda da cidade para a rainha celta Boudica em 61, a cidade foi recuperada pelo império e transformada em um grande centro comercial da região. As fortunas da cidade atraíram comerciantes, investidores, intelectuais e artistas, que ocupavam grandes prédios públicos que incluíam um fórum de justiça e um anfiteatro para apresentações artísticas.

A parte mais influente de todo o condado da capital inglesa

Hoje o antigo povoado é ocupado pela Cidade de Londres, também conhecido simplesmente como City, que é uma entidade municipal separada do condado de Londres, com prefeitura e forças de segurança separadas do resto da capital inglesa. Seguindo a tradição do povoado romano, a City hoje é sede de grandes instituições públicas e privadas do mundo, incluindo o banco central da Inglaterra, o grande mercado de seguros Lloyd’s e a bolsa de valores da cidade.

Bank of England

Bank of England

A bolsa de valores, instituída em 1571 como o Royal Exchange para a realização de trocas de vários bens, serviços e também de ações, é um dos grandes atrativos da City há mais de quatro séculos. O FTSE 100, um dos índices oficiais da Bolsa de Londres que reúne e traduz as movimentações diárias das ações das 100 maiores empresas de sociedade aberta do Reino Unido, é um dos mais importantes indicadores da “saúde” dos mercados financeiros do planeta. Outros índices também importantíssimos na economia mundial, como os associados aos mercados de ações europeu e estadunidense, tem na City alguns dos seus maiores fluxos de investimento.

Loyds

Loyds

Os investidores na City são muitas vezes as grandes instituições bancárias cuja sede se encontra na localidade. Entre elas está a Schroders, que trabalha com gestão de ativos; o Lloyds Banking Group, que oferece desde serviços bancários a pensões e seguros de vida, e também o banco Standard Chartered, mais conhecido fora da Inglaterra por ser patrocinador máster do atual campeão do campeonato inglês, Liverpool.

E enquanto Londres é um local recheado de história por toda parte, a City se destaca por ser um espaço diminuto da região, com cerca de 3 quilômetros quadrados em sua extensão total, e que concentra um grande número de locais históricos. Nestes se incluem os prédios que servem como espaço para os já mencionados banco central da Inglaterra e a antiga bolsa de valores, com o último sendo uma reconstrução feita em 1844 após um incêndio que comprometeu o espaço anterior.

City

No museu de Londres, inaugurado na City em 1976, encontram-se vários registros históricos da cidade desde a pré-história. Ali é possível conhecer mais sobre espaços como o Muro de Londres, uma das estruturas dos tempos de império romano que resistiram à ação do tempo desde sua construção no século II para proteger os entornos do então povoado conhecido como Londinium.

A Torre de Londres é outra construção antiga, surgindo em 1016 e sendo espaço de vários eventos que definiram a história não só da cidade, como também do Reino Unido como conjunto de nações. Também na Idade Média, surgiram o Guildhall – que dava lugar ao anfiteatro da City nos tempos de império romano;  a corte que hoje dá lugar ao Tribunal Central Criminal de Londres, também conhecido como Old Bailey; e a Casa de Alfândega por onde passavam todos os itens que chegavam e saiam a partir do Rio Tâmisa para continuar o ciclo de negócios da região.

Guildhall

Guildhall

Essa significância histórica de Londres graças à City, altamente interligada a sua “natureza” financeira e comercial, acabou por atrair também culturas de todo o mundo. Brasileiros famosos que hoje se encontram na cidade vem do mundo do futebol, como os jogadores Willian, do Chelsea, e David Luiz, do Arsenal, graças às grandes quantias monetárias que times londrinos atraem para seus cofres por meio de patrocínios e acordos de transmissão em TVs nacionais e internacionais.

Assim, Londres que já era uma terra de oportunidades para britânicos de toda parte do Reino Unido, já é há vários anos um espaço onde pessoas de múltiplas nacionalidades almejam alcançar uma vida melhor. Enquanto isso, a City ajuda a reger os rumos de milhões, se não bilhões de pessoas dentro e fora dos seus 3 quilômetros quadrados de extensão.

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x