alvorada no estúdio
primeiro cd

Alvorada no estúdio é um registro de uma conquista muito especial do Grupo de Choro Alvorada, formado por: Aluá Nascimento, na percussão, Luiz Morais, no violão de 7 cordas, Rachel Hayter, na flauta, Andrew Woolf, saxofone, e Jeremy Shaverin, cavaquinho. Formado 2016, o Alvorada tem um repertório dedicado a um ritmo bem brasileiro: o choro.

Jeremy Shaverin

Jeremy Shaverin

Descubra mais:

A música do grupo Alvorada em um show ao vivo

Alvorada no estúdio – sonho a caminho

Ao entrar no estudio, como grupo, pela primeira vez, os integrantes do Alvorada, deram um passou importante para a realização do sonho que é gravar o primeiro CD. Na vida de um músico, um grupo, uma banda, este é um momento muito especial, porque é uma forma de marcar e eternizar o trabalho, até então, realizado.

Rachel Hayter

Rachel Hayter

Acompanhar o Alvorada no estúdio de gravação, a nossa ideia era passar um pouco da atmosfera que domina o ambiente durante este momento tão especial. Quem olha de fora pode imaginar que é algo tão simples quanto pegar o instrumento, entrar no estúdio, tocar as músicas ensaiadas e ir ir pra casa.

Quem dera! São horas de muito trabalho, conversas, tensão, fazer e refazer, até encontrar o resultado desejado. No caso de um grupo formado por 5 pessoas, chegar à versão que deixe todos felizes, pode levar à exaustão.

alvorada no estudio

Da esquerda para a direita: Luiz Morais, Alua Nascimento e Andrew Woolf

Por outro lado, entrar no estúdio para gravar um CD, seja o primeiro ou o décimo, é apenas uma etapa de um processo que pode ser longo. Vencida esta etapa, ainda há muito o que fazer até que chegue o grande momento: o lançamento do álbum. Por isso, como você vai notar durante a conversa com os integrantes do Alvorada, é tão difícil determinar uma data exata para lançamento.

Luiz Morais e Alua Nascimento

Luiz Morais e Alua Nascimento

Por enquanto, o bom mesmo é você ver uma parte  da maratona que foi a gravação de uma das faixas do primeiro CD do Alvorada. Uma vez que Luiz Morais acredita que ainda no outono de 2018 o CD estará pronto, enquanto Jeremy Shavarin não é tão otimista, abrimos as apostas para ver quem está com a razão. De um jeito ou de outro, mais cedo ou mais tarde, o que gente tem certeza é de que vale a pena esperar.

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv