apolônia
ruínas e história

Apolônia é uma cidade grega localizada em solo albanês.

O nome é uma homenagem a Apolo, deus da mitologia grega. Apolônia foi fundada no ano de 588 AC e os primeiros habitantes chegaram eram gregos originários de Corinto e da Ilha de Corfu. Boa parte da cidade ainda encontra-se encoberta. O que se vê, hoje são resultado de escavações iniciadas nos anos 30, do século passado. As escavações mais recentes são de 2005.

Ruínas de Apolônia

Ruínas de Apolônia

Descubra mais:

O Castelo de Berat e sua história milenar.

Apolônia – de cidade grega a domínio romano

Construída na região da Ilíria, às margens do rio Aoos, a proximidade do Mar Adriático tornou a cidade em um ponto estratégico muito importante. A cidade se desenvolveu rapidamente e passou a fazer parte dos domínios romanos, em 229 AC.

Apolônia

Silvino Ferreira Jr – Apolônia

A grande atração de Apolônia é o seu antigo anfiteatro, que fica na parte conhecida como Centro Monumental. Era a partir desse centro que a cidade era administrada. No antigo anfiteatro, eram realizadas assembléias com a participação da população.

apolônia

Apolônia

Do Centro Monumental, você pode caminhar por um corredor, chamado de Pórtico, que faz a ligação com a Ágora.  Nesta parte, as escavações mais recentes revelaram a existência de um templo, um teatro e casas. A parede ao pé da colina também tinha a função de muro protetor contra possíveis deslizamentos de terra.

ruínas

Coluna do antigo templo de Apolônia

Apolônia – centro de comércio e de conhecimento

Apolônia cresceu a ponto de cunhar a própria moeda, que tinha grande circulação na época. O Imperador Julio César declarou a cidade como “Livre e Imune”, o que a isentava de impostos. O gesto foi uma forma de agradecer os habitantes pelo apoio dado na luta contra Pompeo, o Grande, rei da Armênia.

ágora

Ruínas da Apolônia

Um dos aspectos mais interessantes da história da cidade é que, além de um importante centro de comércio, Apolônia também foi um centro de conhecimento. Filhos das famílias romanas mais ricas e nobres eram enviados para estudar ali. O futuro Imperador Augusto, foi enviado pelo tio, Julio César, para estudar ali. Parte do que era a biblioteca pode ser vista no Centro Monumental.

apolônia na albânia

Silvino Ferreira Jr

Como chegar lá

Sem dúvida, este é um dos mais importantes sítios arqueológicos da Albânia. Por isso, impressiona que ainda seja pouco visitado. Uma das explicações pode ser a dificuldade de acesso. Em nosso caso, saímos de Berat, numa viagem de carro. Existem vans que você pode pegar em Tirana, a capital albanesa, ou em Berat, de onde também é possível ir de táxi.

silvino ferreira jr

Apolônia – Albânia

Se você curte história da antiguidade, o que a gente pode dizer é que Apolônia merece um lugar no seu roteiro de viagem pela Albânia. Mas digamos que você não tenha grandes interesses por ruínas, ainda vale a pena. As belezas naturais e a vista proporcionada a partir do alto da montanha, fazem dali um lugar muito frequentado pelos albaneses. Quer seja para um piquenique ou para um caminhada. Como parte adicional, você também pode visitar o Museu de Apolônia.

 

Silvino Ferreira Jr. - Editor - Canal Londres

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv