arquitetura georgiana em londres
victoria embankment

A arquitetura georgiana em Londres representa o período entre 1714 and 1830. Entre estes anos, o país foi governado por 4 reis: George I, George II, George III e George IV. O estilo está presente em algumas regiões da cidade a exemplo de Chelsea, mas o nosso passeio vai levar você a algumas ruas em Victoria Embankment. São ruas que guardam parte da história da cidade que foram preservadas. A sua companhia nesta caminhada é Vania Gay, guia brasileira credenciada.

York Gate

Vania Gay

Saiba mais:

Um passeio pelo aristocrático bairro de Chelsea

Arquitetura Georgiana – partindo do portão

Vania abre o nosso passeio pela arquitetura georgiana em Londres, pelo York Gate. É o que ficou de uma grande mansão chamada York House. No passado, as águas do rio Tâmisa chegavam até esse portão. Em 1870 foi realizada uma obra de aterramento e, 150 metros da faixa que era água passou a ser um grande avenida: a Victoria Embankment. Mas o que aconteceu com a mansão? Quem viveu lá? é só ir seguindo a nossa guia que você vai descobrindo as respostas.

âncora dos york

Jorge Villiers – Primeiro Duque de Buckingham

A Mansão York era uma propriedade do Bispo de York e, no passado, outras mansões formavam a vizinhança na Victoria Embankment. A mansão foi adquirida por Jorge Villiers, o Primeiro Duque de Buckingham. Prestando atenção aos detalhes do portão, você percebe os leões, que guardam o brasão da família. Um pouco mais escondidas, âncoras remetem à posição de almirante da marinha, posto ocupado por Jorge Villiers. Um detalhe: predileto do rei James I, ele ganhou muitos favores e desfrutou de muito prestígio na corte.

buckingham street

Passando para a parte posterior do York Gate, temos a Buckingham Street. A partir dali, há as ruas em redor, de uma forma ou de outra, fazem referência ao Duque de Buckingham. Isso foi parte do acordo feito na época da demolição da mansão. Nesta rua, além do conjunto de casas georgianas, temos também exemplos das famosas placas que se vê na frente de diversas casas e prédios na cidade.

placa terracota

As famosas placas azuis

Vania aproveita as duas placas, uma na cor terracota e outra verde, para explicar como surgiu o esquema de placas nas casas de Londres. Primeiro elas são um registro de que naquele local nasceu, viveu ou morreu alguém importante na história do país. A grande curiosidade é que você descobre que as placas originais não eram azuis e sim tinham uma cor terracota. Também fica sabendo que na City of Westminster a cor das placas são verdes. Isso porque, ao contrário das placas azuis, que são de responsabilidade da English Heritage, as placas verdes são organizadas pela administração da City of Westminster.

janelas fechadas

E não é só: na mesma parede onde se vê a placa terracota, há também uma janela que foi fechada com tijolos. A explicação? Bem, temos que voltar ao final do século XVII. Naquela época foi criado um imposto que era cobrado de acordo com o número de janelas. Para pagar menos imposto, alguns proprietários simplesmente eliminavam algumas janelas. Acredita-se que daí é que nasceu o ditado “roubo à luz do dia”.

arquitetura georgiana em londres

Exemplos de casas georgianas em Londres

Depois das placas, chegamos ao objetivo central do nosso passeio: conhecer algumas características das casas de estilo georgiano. A primeira coisa que você deve observar é que elas têm sempre 4 andares e alguns degraus ligam a calçada à porta de entrada. No alto da porta em forma de leque, fica a funlight. Elas eram trabalhadas em vidro e, como eram personalizadas, serviam para identificar a casa, em uma época em que ainda não era usada a numeração.

arquitetura georgiana em londres

Outra característica das construídas no período georgiano são as grades de de ferro fundido. Há também um detalhe que você não deve deixar passar batido: os link snuffers, feitos de ferro fundido em em forma de cone. Eles eram carregados, como uma tocha, por meninos conhecidos por Link-Boys, que iam na frente da carruagem para iluminar o caminho. Snuffer significa apagar. Ou seja no final do dia, a tocha era apagada e ficava pendurada na entrada da casa.

arquitetura georgiana em londres

Na sequência do nosso passeio, você conhece mais algumas ruas que fazem referência ao Duque de Buckingham, assim como um exemplo de placa azul na frente de um dos grandes cartunistas na história da Inglaterra. O passeio por Victoria Embankment continua. Fique atento que há muito para se descobrir nessa parte da margem norte do Tâmisa.

 

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv