big ben – a cara de londres

Big Ben é a cara de Londres. Isso não é pouco. Afinal, estamos falando de uma cidade onde não faltam cartões postais e ícones reconhecidos em todo o mundo: Tower Bridge, London Eye, táxi preto, cabine de telefone vermelha, Torre de Londres, British Museum, Piccadilly Circus, são alguns deles. Nada, porém, se compara ao grande Ben. A foto obrigatória de quem vem a Londres pela primeira vez é aquela com ele ao fundo. Mas onde e como começa a história desse marco na paisagem londrina?

big ben londres

Big Ben – das cinzas, nasce um cartão postal

Assim como muitos eventos em Londres, a decisão de construir o Big Ben está ligada à história de um incêndio. No dia 18 de outubro de 1834, o fogo destruiu quase todo o Palácio de Westminster. A parte mais intacta foi Westminster Hall. Com a decisão de reconstruir o palácio, ficou decido que a nova construção manteria a parte do velho palácio que sobreviveu ao incêndio. O parlamento também decidiu acrescentar novos elementos e, o principal deles era uma torre com um relógio. Ou seja, com o nosso famoso sino.

big ben e parlamento

O Big Ben e o Parlamento

Polêmicas, confusão, pioneirismo

Falando assim, até parece que foi fácil, mas a construção do Big Ben causou polêmicas e transtornos. Havia exigências que, até então, não se sabia se a tecnologia disponível permitia cumpri-las. O processo passou por momentos dramáticos. A responsabilidade pelo projeto caiu nas mãos do arquiteto Charles Barry, enquanto que o astrônomo George Airy ficou com a função de definir as especificações técnicas para a fabricação do relógio. Tanto o arquiteto como o astrônomo começaram criando confusão.

big ben

Big Ben

Charles Barry decidiu entregar a confecção do relógio diretamente a um fabricante da sua preferência e os protestos pipocaram. É bom lembrar que a indústria de fabricação de relógios na época já era muito importante. Resultado: os outros fabricantes botaram a boca no trombone. No caso do astrônomo, os protestos eram quanto às rigorosas exigências técnicas do projeto. Nunca se havia construído um sino de metal com aquelas dimensões e não havia segurança de que as horas teriam a precisão exigida. A confusão chegou a tal ponto que o parlamento decidiu apontar um moderador para as disputas.

big ben à noite

Big Ben

Um novo personagem na história do Big Ben

O escolhido como moderador foi Edmund Beckett Denison, que veio com uma solução inesperada: ele mesmo iria criar o design do relógio, com as especificações técnicas exigidas. Dito e feito. Em 1851, ele tinha o design pronto e entregou ao fabricante Messrs E.J. Dent & Co. a tarefa de construir o relógio. Em 1854, ele ficou pronto. Era o Big Ben que nascia? Ainda não. Em primeiro lugar, porque a torre que abrigaria o relógio não estava pronta. Edmundo Denison, então, usou o tempo disponível para ir aperfeiçoando o trabalho. A torre ficou pronta em 1859.

big ben e london ey

Big Ben visto através da London Eye

A construção do sino que ecoaria as horas do relógio

Além de construir um relógio muito preciso, também havia o desafio de se fazer o sino. Mesmo sabendo que já havia um sino produzido, Edmund Beckett Denison, assim como no caso do relógio, tomou o problema para si. Estudioso, criou as especificações que o mesmo deveria seguir. Um dos problemas era que, até então, o maior sino construído no país era o da Catedral de York. Aquele, era maior e mais pesado. Depois de finalizado, o sino não resistiu aos testes e quebrou. A solução foi entregar a tarefa a George Mears, mestre de fundição e dono da Whitechapel Bell Foundry.

big ben e a ponte de wstminster

Big Ben e Westminster Bridge

Whitechapel Bell Foundry

Depois de derreter as 16 toneladas de metal do sino reprovado nos testes, a Whitechapel Bell Foundry construiu um outro.  Depois de passar por todos os testes, ele foi aprovado pessoalmente por Edmund Beckett Denison. O custo total chegou a 572 libras. O ano corrente, 1858. Agora, era preciso transportar mais de 13 toneladas, o peso final do sino, até a torre no Palácio de Westminster.

whitechapel bell foundry

Fachada da Whitechapel Bell Foundry

O Big Ben toca pela primeira vez

O dia escolhido para o transporte foi declarado feriado e os londrinos foram às ruas para acompanhar o aquele grande acontecimento. O sino foi levado em uma carruagem puxada por 16 cavalos. No dia 31 de maio, de 1859, o Big Ben tocaria pela primeira vez. O curioso é que ele ainda não tinha um nome. Isso estava sendo discutido no parlamento.

big ben e parlamento

Big Ben & Parlamento

A origem do nome do relógio

A rigor, não se tem certeza de onde veio o nome. São diversas histórias, mas nenhuma realmente unânime. Uma delas se refere a um funcionário do parlamento, que era chamado de Big Ben. Ao participar das discussões para escolha do nome, ele se entusiasmou e fez um longo um discurso. No final, alguém gritou o nome dele como sugestão para o sino. Por outro lado, acredita-se que “big ben” já era uma expressão popular, usada para coisas pesadas. Nesta linha, é possível que o nome do sino tenha surgido de forma espontânea.

ponte de westminster e big ben

Big Ben & Westminster Bridge

O sino rachado

Com as primeiras badaladas, parecia que uma longa história havia, finalmente, chegado a um final feliz. Puro engano. Não é que o sino iria rachar dois meses depois da inauguração? D,e quem era a culpa? Ele mesmo, o teimoso Edmund Beckett Denison. O martelo que batia na face interior do sino era mais pesado do que o recomendado pelas especificações da fundição.

big ben e st margart's church

Big Ben & St Margaret’s Church

O caso vai para os tribunais

Como não era de assumir erros, tentou empurrar a culpa para a Whitechapel Bell Foundry, que reagiu. O jogo de empurra-empurra foi parar nos tribunais duas vezes. Em ambas, a fundição saiu-s vencedora. Infelizmente, depois de 250 anos funcionando no mesmo endereço, ela fecharia as portas em maio de 2017. Uma réplica do sino que havia na fundição foi doada para o Museum of London.

big ben

Elizabeth Tower – mudança e homenagem à rainha

Até 2012, a torre onde o Big Ben reside era conhecida como “Clock Tower“, “Torre do Relógio”, em português. Com as comemorações do jubileu da Rainha Elizabeth II, a torre mudou de nome:  passou a se chamar “Elizabeth Tower”. Mudou de nome, mas o endereço e o simbolismo continuam intactos.

big ben coberto

Big Ben em reforma

O silêncio do Grande Ben

2107 marca mais um ano especial na centenária história do cartão postal que é a cara de Londres: o Big Ben entrou em reforma. A previsão é que o sino só voltará a tocar em 2021. Para o visitante que vem a Londres contando com a tradicional foto do Big Ben, um sentimento de frustração: ele está todo encoberto para a execução da reforma. Assim que o tapume cair, pode ter certeza, a gente volta aqui para atualizar o post, com uma foto do relógio mais famoso de Londres, depois da reforma. Ou seria do sino?

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv