brazilian bilingual
book club – 4 anos

Em janeiro de 2015, tivemos o prazer de acompanhar o lançamento do Brazilian Bilingual Book Club. Naquela ocasião, entrevistamos Nadia Kerecuk, a criadora do primeiro e, ainda hoje, único Book Club a funcionar em uma embaixada brasileira. Completar 4 anos é, por si só, prova do quanto a ideia foi bem-sucedida. Por isso, decidimos que um novo vídeo era a forma ideal de parabenizar e marcar uma data tão especial.

Se da primeira vez gravamos a entrevista no interior da Embaixada do Brasil em Londres. Dessa vez, a nossa locação foi o belíssimo St James Park. E, aqui, um parênteses para dizer que jardinagem é uma das paixões de Nadia. Durante a conversa, ela volta no tempo para relembrar como o sonho de criar o Brazilian Bilingual Book Club transformou-se em realidade.

brazilian bilingual book club

Nadia é apaixonada por Filosofia da Gramática, tema dos seus estudos de doutorado. Depois de ter trabalhado no British Foreign Office (equivalente ao nosso Ministério das Relações Exteriores), em 2007, Nadia Kerecuk juntou-se ao time da Embaixada do Brasil em Londres, como tradutora e intérprete. Naquele ano, ela foi uma das organizadoras da “Semana Machado de Assis”, que viria a ser a semente que deu origem ao Book Club.

Nadia Kerecuk

Nadia Kerecuk

Como todo projeto de sucesso, os 4 anos do Book Club são fruto de muito trabalho e dedicação. Os encontros acontecem, em geral, na terceira quinta-feira de cada mês, e os participantes recebem, com antecedência, emails onde Nadia disponibiliza informações importantes a respeito dos livro a serem lidos, assim como os seus autores.

brazilian bilingual book club

Os autores lidos, obviamente, são uma boa medida do valor destes 4 anos do Brazilian Bilingual Book Club. Começando por Machado de Assis, a lista inclui nomes como Clarice Lispector, Graciliano Ramos, Osman Lins, Lygia Fagundes Telles, Jorge Amado, Lima Barreto, entre tantos outros. Um dos critérios fundamentais para a escolha dos livros é a existência de boas traduções para o inglês.

Sylvia Roesch

O mais gratificante, porém, é que, à medida em que a lista de autores lidos foi crescendo, aumentou também o número de membros do clube. Hoje, como destaca Nadia, ele reúne pessoas de diversas nacionalidades, refletindo uma das principais características de Londres: a diversidade. As imagens em nosso vídeo revelam, inclusiva, a participação de dois autores brasileiros que são parte da galeria literária do Canal Londres: Natan Barreto e Sylvia Roesch.

 

 

 

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv