mdina
cidade medieval em malta

Que tal incluir uma cidade medieval em sua viagem?

Mdina, a primeira capital de Malta, é um destino que merece estar no topo da sua lista. Conhecida como a cidade silenciosa, você só precisa de algumas horas para conhecer este lugar onde vivem apenas um pouco mais de 300 pessoas. Curioso? Então acompanhe o nosso editor, Silvino Ferreira Jr., em um passeio por Mdina, no vídeo acima.

Descubra mais:

Um passeio por Valeta a bela capital de Malta

Uma cidade medieval dentro de uma muralha

O passeio começa pelo principal portão que dá acesso à cidade, o “Portão de Medina”. Olhando de fora, você logo percebe que a cidade foi construída para ser uma fortaleza. Isso é fácil de entender, porque a Ilha de Malta sempre foi alvo de invasores, por conta da sua posição estratégica no mapa: entre o Sul da Europa e o norte da África. Ela foi construída pelos fenícios, cerca de 800 anos antes de Cristo, com o nome de Maleth. Foi capital de Malta até 1530.

mdina malta

As primeiras atrações logo na entrada

Assim que passa o portão dessa cidade medieval, você tem as duas primeiras atrações que merecem atenção: ao lado direito, fica o Museu de História Natural; no lado esquerdo, alguns metros à frente, a Mdina Glass. O primeiro conta a história da formação geológica de Malta e da presença humana na ilha, cujos vestígios remontam mais de 5 mil anos.

O nosso guia também conta a história da Mdina Glass, criada depois que Malta se tornou independente do Reino Unido, em 1964, e que se tornou uma tradição. Dentro da loja tem muita coisa bacana para quem curte design, objetos para decoração, coisas diferentes para a casa.

mdina glass

Ruas onde você não vai se perder

Passando o pátio da entrada, você tem algumas opções de ruas a seguir. Não importa, você pode escolher qualquer um que não vai se perder. As ruas estreitas são um convite para uma caminhada. Em algumas delas nem mesmo as charretes, puxadas por cavalos, conseguem passar. Preste atenção a cor de mel bem típica dessa cidade medieval.

Mel tem tudo a ver com Malta e alguns acreditam que este é o significado da palavra grega que deu origem ao nome do país. E eles produzem muito mel na ilha. Em nosso caso, paramos em um restaurante que fica encostado na muralha e aproveitamos que a temperatura estava agradável para apreciar a vista de Rabat, a cidade que fica do outro lado do muro. Depois de uma cerveja e Saindo do restaurante, visitamos 3 atrações na cidade.

palazzo falson

Palazzo Falson

Trata-se de uma residência típica de uma família da nobreza, construída no período normando e que foi transformada em museu. A importância dessa construção é inestimável por se tratar de uma das poucas construções medievais que permaneceram intactas.

Um dos destaques da casa é a biblioteca com 4.500 livros que pertencia ao último morador da casa, Frederick Gollcher. Eles oferecem uma visita guiada com áudio mas não há a opção da língua portuguesa, infelizmente.

catedral de mdina

Catedral de São Paulo

É impossível  passear por Mdina e não passar diversas vezes pela Catedral de São Paulo. Ela fica no coração da cidade, na praça que tem o mesmo nome. É a segunda versão da igreja, porque a primeira foi destruída em um grande terremoto. O nome é uma referência ao apóstolo Paulo, que passou um tempo em Malta quando a embarcação que o levava a Roma para ser julgado afundou na costa da ilha. Vale a pena entrar e fazer uma visita. O ingresso para a visita vale também para o Museu da Catedral.

museu da catedral

Museu da Catedral

O Museu da Catedral fica na lateral da igreja e é uma surpresa para quem espera ver apenas arte sacra. Tem arte sacra, claro, mas também tem obra renascentista, como é de esperar, e trabalhos contemporâneos.

Tivemos sorte porque no subsolo há uma galeria onde estava sendo realizada a Bienal de Arte de Mdina. Foi uma maneira muito bacana de fechar o passeio, pagando apenas 5 euros para visitar a catedral e o museu que são as principais atrações desta bela cidade medieval.

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv