londres em 4 dias
seu roteiro de viagem
bom e diferente

Um roteiro de 4 dias em Londres começa por uma boa seleção do que conhecer na cidade. Antes de morar em Londres, eu vim várias vezes como turista. Na primeira vez, em 1995, fiquei 10 dias.

Mesmo depois de tantas viagens, ainda tem muito para conhecer na cidade. Mas quando se viaja como turista não se tem todo o tempo do mundo. Neste caso, o mais importante é a intensidade que você consegue imprimir aos dias de visita. Por isso, o seu roteiro também precisa de uma logística, para que você possa aproveitar melhor o seu tempo na cidade. 

roteiro londres

London Eye

Londres em 4 dias – um bom roteiro faz a diferença

Com um bom roteiro, Londres vai render belas lembranças da sua passagem. Você pode fazer o que muito turista faz em 10 dias em apenas 4. Mas o que visitar em tão pouco tempo?

Há o óbvio, que você encontra em qualquer guia de viagem: Big Ben, London Eye, Palácio de BuckinghamBritish MuseumTower Bridge, a Torre de Londres. Mas também dá para acrescentar coisas fora do lugar comum.

big ben

Big Ben

O que fazer no primeiro dia 

Mas uma das vantagens da cidade é que boa parte dos lugares considerados obrigatórios ficam muito próximos uns dos outros. Em uma caminhada ao longo do Rio Tâmisa, indo da Westminster Bridge até a Tower Bridge, você já conhece vários dos pontos turísticos e cartões postais londrinos.

Veja também:

A melhor maneira de conhecer Londres é fazer um passeio guiado

30 museus e galerias de arte para você conhecer em Londres

Na minha opinião, o mais indicado é fazer o caminho inverso, partindo da Tower Bridge. Chegando em Westminster você uma série de atrações que todo turista deve visitar: a Abadia de Westminster, o Palácio de Buckingham, a Downing Street, onde fica a residência oficial do Primeiro Ministro, e St James Park, por exemplo.

palacio de buckingham londres

Buckingham Palace

O obrigatório e coisas fora do roteiro tradicional 

Neste caminho, além dos lugares tradicionais, citados acima, você vai encontrar a catedral de St Paul; a Tate Modern, a mais visitada galeria de arte contemporânea do mundo; o Globe Theatre, o teatro de Shakespeare; e o Borough Market, o maior mercado gastronômico do Reino Unido.

Tate Modern em Londres

Tate ModernDescubra mais:

Para quem está com mais tempo, 55 pontos turísticos da cidade

Segundo dia em Londres

Tem um roteiro que eu gosto muito de fazer quando um amigo vem me visitar e vai ficar pouco tempo na cidade. É uma caminhada que começa na Trafalgar Square, o coração da capital inglesa.

praça central de londres

Trafalgar Square

De lá, é só seguir em direção ao St James Park. Se for em dia de sol, você terá a chance de ver um dos parques mais bonitos da cidade. Essa, é a minha opinião, claro. Ao atravessar o parque, você sai na frente do Palácio de Buckingham

Parque St James em Londres

St James Park

Olhando para o palácio, você passa pela lateral à sua direita. Esse caminho, bem curto, vai levá-lo ao Hyde Park. O único cuidado no Hyde Park é que ele é tão grande que você pode se distrair e ficar o resto do seu dia perambulando por ali. Não é uma má ideia quando se tem mais tempo.

hyde park londres

Hyde Park

Se o seu passeio for num domingo, vale a pena passar pelo Speaker’s Corner. Ele é conhecido como um símbolo da liberdade de expressão. Tem um lado muito divertido também: muito “maluco” tentando vender as ideias mais exóticas.

lago de hyde park

Serpentine Lake – Hyde Park

Um lugar que eu considero imperdível no Hyde Park é o Serpentine Lake. Em dia de sol, esse lago é um das “praias” favoritas dos londrinos. Ele está repleto de aves, tem pedalinhos, tem café e, claro, muito verde.

Se você curte galeria de arte, vale a pena uma parada na Serpentine Galleries, que fica ali ao lado do lago. A galeria é pequena, portanto, não vai consumir muito do seu tempo.

galeria serpentine em londres

Serpentine Gallery

Agora, você vai andar em direção ao Albert Memorial. Trata-se de uma estátua gigantesca que a Rainha Victoria mandou construir em homenagem ao marido. Bem em frente ao memorial, fica o Albert Hall, famosa casa de shows musicais.

Prince Albert Memorial em Londres

Albert Memorial

3 grandes museus para ver em Londres

Passando o Albert Hall, você está a cinco minutos da Exhibition Road. A tradução literal seria Rua das Exposições, mas dá pra traduzir como a Rua dos Museus. São 3 grandes museus  a 2 minutos de distância um do outro: Science, Victoria & Albert e o Museu de História Natural. 

Museu Victoria e Albert em Londres

Victoria & Albert Museum

Não vai dar tempo conhecer os 3 em profundidade. A escolha é sua: um pouco de cada um ou ficar mais tempo naquele que desperta mais interesse. Para quem vai com filhos, eu recomendo o Museu de História Natural. Não há criança que não fique fascinada, especialmente com a parte dedicada aos dinossauros.

Museu de História Natural Londres

Natural History Museum

Terceiro dia em Londres – opção I

Aqui que a coisa começa a ficar mais complicada. Eu daria duas opções para o terceiro dia: primeiro, saindo da Piccadilly Circus, bem no centro de Londres. A partir dali, você tem um roteiro muito interessante para fazer em algumas horas.

piccadilly circus londres

Piccadilly Circus

Vá em direção ao Soho. Trata-se de um dos bairros mais tradicionais da cidade. É também conhecido por teatrolândia, por conta da quantidade de teatros que se concentram ali. Para quem curte compras, o melhor programa no Soho é um passeio pela Carnaby Street.

É uma rua só para pedestres, que você atravessara em 5 minutos, se conseguir resistir à tentação de entrar em várias de suas lojas. Uma das razões que tornaram a Carnaby Street é que a atriz Brigitte Bardot costumava frequentar as suas lojas.

carnaby street londres

Carnaby Street

A partir dali, são 2 belas opções. Se você curte museu, pode gastar o resto do seu tempo no British Museum, que fica muito perto. Para aproveitar melhor a sua passagem pelo British Museum, vale a pena uma visita guiada com duração de 2 horas. Se você quer continuar vendo vitrines e comprando, siga em direção a Covent Garden.

Das lojas vintage às marcas de grife, Covent Garden tem opções para todos os estilos. Outra atração são os artistas de rua que se apresentam nas imediações do mercado. Se sobrar tempo, você também pode incluir a Oxford Street neste roteiro. Não é o meu lugar predileto, mas é uma das ruas mais famosas da cidade.

british museum londres

British Museum

Terceiro dia em Londres – opção I

Até o momento, você só teve a oportunidade de conhecer 2 mercados: Covent Garden e Borough Market, certo? Mas não dá pra sair da cidade sem conhecer pelo menos um dos seus mercados mais famosos. Por isso, é sempre bom ter o sábado ou o domingo reservado para esse programa. As escolhas óbvias são Camden Market e Portobello Road. Não dá pra fazer os dois no mesmo dia porque ficam muito distantes.

covent garden londres

Covent Garden

Na minha primeira visita à cidade, eu conheci Camden. Sou suspeito para recomendar, mas posso dizer que nunca me arrependi. E olha que o meu roteiro em Londres era para ser feito em bem mais que 4 dias. Até hoje, visito mais Camden que Portobello. Tem, claro, o fato de que acho o acesso mais fácil. Outra vantagem de Camden é que, de lá, fica mais fácil você se deslocar para outras áreas interessantes da cidade.

camden town londres

Camden Town

Quarto dia em Londres – faça algo especial na despedida

Agora chegou a hora de você acrescentar algo realmente especial ao seu roteiro de 4 dias na capital inglesa. Principalmente se você quer ter uma ideia do que faz essa cidade ser tão especial e contemporânea. É um lado cosmopolita, para quem quer curtir a face mais alternativa de Londres.

Estou falando de Shoreditch, Tem de tudo lá: lojas, arte, design, pubs, restaurantes e mercados. Acredite: você vai surpreender muita gente quando disser que visitou essa parte muito especial que os londrinos conhecem como East End.

arte de banksy em londres

Arte de Banksy

Se você visita a capital londrina e vai a Shoreditch, já pode dizer que conhece a cidade mais que a maioria dos turistas que a visitam. Lá, você vai descobrir muito do que significa ser londrino.

É onde a cidade mostra o seu lado mais vibrante e cosmopolita. Se você curte arte de rua, é lá que você pode ver alguns trabalhos do famoso Banksy, por exemplo. Se você curte a noite, é lá que ela bomba.

grafite em brick lane londres

Arte de rua em Brick Lane

Um dos lugares imperdíveis na região é a famosa Brick Lane. No final de semana, ela se transforma em um grande mercado de rua. Tem muita loja alternativa, galeria de arte, grafite, pubs e clubes. Como a região foi ocupada por imigrantes de Bangladesh, há muitos restaurantes indianos, um ao lado do outro. 

Ali também tem o Sunday Up Market, mais especializado em culinária. Uma cena comum é ver gente jovem sentada nos meio-fios das calçadas, comendo. No final de semana, não é um lugar que eu recomendaria para quem quer evitar multidões. 

mercado de spitalfields londres

Spitalfields Market

Outro mercado que você deve incluir no seu roteiro é o Spitalfields Market, também em Shoreditch. Ele é mais organizado e um pouco mais caro que os outros. Um dica especial: essa é uma área com muita história, que foi ocupada, ao longo do tempo, por romanos, franceses e  irlandeses. 

shoreditch londres

Shoreditch

Com esse roteiro acima, você pode dizer que aproveitou bem tempo que tinha para os seus 4 dias na cidade. Agora, só para deixar você com vontade de voltar, posso afirmar: tem muito mais para ver e conhecer na cidade mais cosmopolita e mais visitada do planeta. Passeando aqui pelo Canal Londres, você vai descobrir muito mais

Silvino Ferreira Jr. - Editor - Canal Londres

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv