cozinha de hampton court
palácio de henrique VIII

A cozinha de Hampton Court é uma prova do quanto o Rei Henrique VIII não conhecia a palavra moderação. Exagerado por natureza, quando ele tomou o palácio do seu primeiro proprietário, o Cardeal Wolsey, entre outras mudanças, mandou ampliar a cozinha.

Nada demais até você saber as dimensões da mesma depois dessa reforma. Em nosso vídeo final da série que produzimos sobre Hampton Court, a nossa guia credenciada, Vania Gay, faz um passeio por esta parte muito especial do palácio.

porta jane seymour

Vania Gay

Descubra mais:

Conheça mais dessa história em um passeio guiado 

Cozinha de Hampton Court – comida para 600

Começamos a contar a história do lado de fora da cozinha. Para ser mais exato, na parte do pátio cujo acesso é feito pela Porta Jane Seymour, a terceira esposa de Henrique VIII. Era por esta entrada que passavam os funcionários da cozinha, assim como os fornecedores.

Na parte superior do prédio funcionava o escritório, de onde o funcionamento da cozinha era coordenado. Não era uma tarefa fácil. Vania revela que, duas vezes por dia, eram servidas refeições para cerca de 600 homens, em cada uma delas. Essa era a comitiva que acompanha o rei. Como dissemos acima, ele não era de economizar.

cozinha de hampton court

 

Metodologia e disciplina

Como você bem pode imaginar, em uma época em que não havia o freezer armazenamento de alimentos era algo de extrema importância. Em nosso vídeo, a nossa guia explica que os alimentos eram divididos em 3 tipos, cada uma area diferente para armazenagem: grãos, carne e peixes.

Este último, ficava na parte onde a temperatura era, normalmente, mais baixa. Havia também um livro que estabelecia todas as regras que deveriam ser seguidas dentro da cozinha: o Eltham Ordinances.

cozinha do palácio de hampton

Ao passar para a parte interna da cozinha do Palácio de Hampton Court, você começa a ter uma ideia da importância que ela no dia-a-dia da vida no palácio. Na época de Henrique VIII, ela chegou a ter 84 compartimentos e a atingir uma área de 3.000m².

Boa parte do trabalho era dedicado ao preparo da carne, um produto muito caro e inacessível às pessoas comuns. Lá dentro, a temperatura de um forno chegava a 900 graus. A sorte é que os funcionários podiam se refrescar com a cota de cerveja a que cada um tinha direito.

cozinha de hampton court

Terminado o passeio, através da imensa cozinha do Hampton Court você tem uma ideia das dimensões e importância que o palácio tinha durante o período em que os Tudors governaram a Inglaterra, após a ascensão de Henrique VIII ao trono. Muitas vezes se diz que é a partir da cozinha que você conhece uma casa. Neste caso em especial, isso não poderia ser mais verdadeiro.

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv