do recife para o mundo
a música de raimundo penaforte

Eu vi o mundo e ele começava no Recife”.

O autor da frase é o pintor Cícero Dias e ela pode ser lida na Praça Rio Branco, também conhecida como Marco Zero, no Recife Antigo. Daí, tiramos a inspiração para o nosso “De Recife para o mundo“, título desse post.  Depois de ver o nosso vídeo, você há de concordar que a frase de Cícero Dias pode muito bem ser aplicada ao conterrâneo Raimundo Penaforte.

Descubra mais:

O encontro de duas sanfonas brasileiras em Londres

Uma cantora norte-americana com alma de Brasil

Mas o nosso vídeo também é a história de um reencontro que esperou mais de 30 anos para acontecer. Raimundo é músico, multi-instrumentista, maestro e compositor. Mas é, acima de tudo um grande amigo. Nos conhecemos em Recife, ainda adolescentes. Desde então, ele já era visto como portador de um talento muito especial.

Raimundo Penaforte

De Recife para o mundo e re-conectados pela TV

O tempo passou e tomamos caminhos diferentes. Ele foi para os EUA em 1983, onde deu sequência ao trabalho. Dedicou-se muito aos estudos musicais. Entre meados de 1999 e início de 2001, eu estava em Portugal. Certa noite, vendo o Manhattan Connection, Nelson Motta, falava de um músico brasileiro que começava a ter suas composições gravadas por grupos nova-iorquinos. Assim que terminou a matéria, não tive dúvida: escrevi para produção do programa pedindo o contato de Raimundo. Eles enviaram o meu email para ele e, poucos dias depois, estava restabelecido o contato.

Raimundo Penaforte e Francesco

Ali, desenhava-se também o reencontro mais propriamente dito. Foram mais 15 anos d espera para acontecer. Depois de um concerto em Luxemburgo, no final de junho, Raimundo desembarcou em LondresFicaria uma semana an capital inglesa. Já dá para imaginar o que havia de conversa para botar em dia, né? Foi aí que decidi convidá-lo para registrar, em vídeo, parte dessa história de mais de 3 décadas. Foi também uma forma de compartilhar a experiência com você e com amigos da nossa geração.

Raimundo Penaforte no Canal Londres

O local escolhido foi Camden Town. Raimundo guardava algumas lembranças da primeira passagem por Londres, em 1985 e Camden era parte dessa memoria. A entrevista aconteceu bem na frente da Roundhouse. É o lugar onde, depois de uma série de concertos, Jimi Hendrix foi projetado para o mundo. É um vídeo que que tenta resumir uma trajetória que começa aos 5, 6 anos, quando Raimundo começava a bater as teclas de um piano, até a fase atual.

Raimundo Penaforte em Camden Town Londres

Vivendo em Nova Iorque, desde que ganhou uma bolsa para fazer doutorado na New York University, Raimundo passou pelo renomado Juilliard School, onde aperfeiçoou os estudos de composição. Antes disso, fez graduação e pós-graduação no Texas. Ele tem vindo constantemente à Europa, especialmente a Luxemburgo.

É um vídeo que vale a pena você ficar de ouvidos abertos. A razão é que aproveitamos, claro, para mostrar um pouco do trabalho que ele tem desenvolvido desde que ele saiu de Recife para o mundo.

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv