dicas de como fazer compras no exterior
parte II

limites e regras para as suas compras no exterior

Depois do primeiro vídeo com dicas de como fazer compras no exterior, a gente teve que produzir um segundo vídeo. Tudo para deixar você ainda mais informado. Na parte II, o nosso apresentador, Kléber Saúde, traz alguns tópicos que você deve prestar atenção quando for às compras numa viagem internacional.

Quem ainda não sabe vai descobrir, por exemplo, que aquela limite de 500 dólares ao qual ele se referiu no primeiro programa não se aplica a compras no Free Shop. Mas você deve prestar atenção porque não é compra em qualquer Free Shop que isenta de taxas. Outra coisa: há limites tanto de valor como de quantidade de itens para que você não seja taxado.

Saiba mais:

Conheça o maior aeroporto de Londres

Adquira o ebook “50 dicas de quem viaja para quem vai viajar”, aqui.
ilustraçãao ebook 50 dicas de quem viaja

Ilustração de Fê Ilustrador

Compras no exterior – Nem tudo é permitido

Outro tema super importante: compra de produtos que são proibidos de entrar no país. Embora Kléber cite alguns exemplos, você deve sempre se certificar. Ao fazer as malas, tenha certeza de que não está trazendo produtos que não são considerados ítens de bagagem. Em alguns casos, isso pode levar até a processos na justiça.

Se você vai viajar com uma quantidade de dinheiro, em espécie, que super o limite de R$ 10.000,00 também precisa seguir certas determinações da Receita Federal. E aqui, vale reforçar: muita gente pensa que o limite é em dólares, o que é um engano.

Quem toma remédios controlados e tem que levar a medicação durante a viagem também deve ficar atento.  Entre as dicas de como fazer compras no exterior, este é um tema que Kléber aborda. E, como ele mesmo diz, informação é o melhor remédio.