siga-nos no facebook >

canallondres

dirigir em londres

a diferença vai além do lado da direção

À primeira vista, a principal diferença entre dirigir em Londres ou em qualquer cidade brasileira está apenas na posição da direção. Enquanto no Brasil se dirige no lado esquerdo, na capital inglesa, o motorista vai sentar-se no lado direito. Esta é a diferença mais visível e exige alguma adaptação, principalmente em carros com câmbios manuais. Quem está acostumado a usar a mão direita para a troca de marchas, passa a usar a esquerda. Mas o que Kleber Saúde, nosso apresentador da série Dicas de Londres mostra no vídeo acima é que existem outras diferenças.

Primeira regra para dirigir em Londres: seguir as regras

Ao dirigir em qualquer lugar do mundo, a primeira coisa que se deve fazer é entender as regras locais. Em Londres não é diferente. Existem certos comportamentos que, infelizmente, são aceitos no Brasil, mas que podem causar problemas sérios para quem dirige na capital londrina ou qualquer cidade do Reino Unido. Uma dessas regras fundamentais é o respeito ao pedestre. Quem já passou pelos testes para tirar carteira de motorista em Londres sabe o quanto o instrutor exige que se respeite a faixa de pedestre.

dirigindo em londres

Kleber Saúde

Descubra mais:

Como usar a bicicleta pública em Londres

Sinal vermelho? Pode parar.

No Brasil, por conta da violência, aceita-se que, a partir de determinados horários não se pare diante do sinal vermelho. Mesmo quando o motorista para, se não houver movimento, ele avança o sinal, em nome da segurança. Ficar parado, principalmente em determinadas áreas pode significar risco de vida. Este hábito não pode ser trazido por quem vai dirigir em em nenhuma cidade britânica. O risco de se sofre uma violência porque parou diante do sinal vermelho, a qualquer hora do dia ou da noite, é praticamente inexistente.

Dirija dentro dos limites

Se respeitar a sinalização é importante, fazer o mesmo em relação aos limites de velocidade é ainda mais. Os britânicos são muito rigorosos neste ponto. São muitos os casos em que personalidades famosas foram flagrados dirigindo acima do limite de velocidade e punidos exemplarmente. É uma regra que vale para todos. Em nosso vídeo, Kleber menciona os limites de velocidade na capital inglesa. A maioria das ruas tem limite de velocidade de 20 ou 30 milhas por hora. Isso significa 30 ou 45Km/h.

Adquira o ebook 50 dicas de quem viaja para quem vai viajar

50 dicas de quem viaja

Ilustração: Fê Illustrator

Sempre que puder, deixe o carro em casa

Em todas as grandes cidades do mundo, há uma tendência a se estimular o uso do transporte público e da bicicleta. Umas das estratégias é fazer com que o uso do carro sai mais caro. Nas regiões centrais da capital inglesa, estacionar é bem caro. Em certas áreas é praticamente impossível encontrar uma vaga. Se você tem que realmente usar o carro, pode ser melhor reservar uma vaga em estacionamentos privados, antes de sair de casa. Há também o “congestion charge”, uma taxa de congestionamento que é paga tão logo o carro entre em determinadas zonas da cidade. O ideal é que se pague a taxa antes de sair de casa ou no final do mesmo dia em que o carro entrou na área demarcada. O pagamento no dia seguinte faz com que o acréscimo seja mínimo. Esquecer de pagar até o dia seguinte vai acarretar em multa pesada.

Por falar em multa, este é um ponto muito importante. Ao ser multado, é comum o motorista ganhar um desconto de 50% se ele pagar dentro do prazo de 2 semanas. Se ele decidir apelar da multa, deve ter certeza de que tem grandes chances de ganhar. Perder significa um prejuízo ainda maior que o pagamento da multa integral. Os custos do processo serão assumidos pelo infrator. Estas são dicas importantes para o brasileiro que vive em Londres e também para quem aluga carro na cidade. No final o que vale mesmo é você estar bem informado e seguir as regras.

crece pelo