a arte da
engenharia de som
fellipe baldauf

Como se tornar um engenheiro de som? Esta foi uma das perguntas da nossa conversa com Fellipe Baldauf, que faz mestrado em engenharia de som na University of West London. A primeira coisa, segundo ele, é ser apaixonado por música. No caso de Fellipe, que é gaúcho, mas passou a maior parte da vida em São Paulo, isso foi facilitado pelo ambiente musical onde nasceu.

O primeiro instrumento na vida dele foi o piano, migrando, em seguida, para a guitarra. Ainda adolescente, ele formou uma banda, mas na hora de ir para a universidade, acabou se decidindo por engenharia da produção. A escolha acabaria se revelando apenas um desvio, até se tornar o que realmente queria: um engenheiro de som.

engenheiro de som

Fellipe Baldauf

Descubra mais:

Uma banda anglo-brasileira no estúdio

Engenharia de som – formação

Durante muito tempo, a formação de um engenheiro de som acontecia dentro de um estúdio. Como revela Fellipe, havia uma relação de mestre e discípulo. O estágio podia começar pelas tarefas mais simples, como varrer o estúdio, por exemplo. Mas este tipo de formação foi se tornando cada vez mais raro, porque os grandes estúdios fecharam suas portas. Isso tornou a formação acadêmica ainda mais importante.

Feliipe Baldauf

Feliipe Baldauf

Para sorte de Fellipe, ele não só teve o privilégio de passar por uma formação dentro de um estúdio, como já participou de produções musicais importantes. Uma delas, no CD que reuniu a obra de Hermeto Pascoal, um gênio vido da música brasileira, premiado com um Grammy.

engenharia de som

Ele também aproveita o fato de ter trabalhado como engenheiro de som em shows ao vivo, para destacar as diferenças em relação ao trabalho dentro do estúdio. De um lado  trabalho na gravação ao vivo exige agilidade e precisão, pois não há margem para o erro; já no estúdio, tem-se o tempo os pequenos detalhes.

engenharia de som

Mestrado em Londres

Foi a vontade de evoluir como profissional que trouxe Fellipe Baldauf a Londres. Como ele ressalta, ao contrário da Inglaterra, as escolas no Brasil ainda não contam com a estrutura que ele encontrou na University of West London. Isso se explica, claro, pela lugar de destaque que grandes estúdios têm na história da música que se produz em Londres. O exemplo mais conhecido são os famosos estúdios da Abbey Road.

engenheiro de som

Mesmo que o objetivo do nosso encontro com Fellipe não fosse aprender engenharia de som, diante da mesa analógica, no estúdio principal da universidade, era inevitável que ele desse algumas dicas de como a coisa funciona. Para quem sonha em um dia se tornar um engenheiro de som, ver o vídeo acima, pode ser um primeiro passo. E para quem já está na profissão, mas gostaria de abrir novas perspectivas, saber que uma pós-graduação em Londres é um sonho possível, pode servir de encorajamento.

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv