história de vauxhall
novo soho em londres

No primeiro vídeo sobre mostramos como a cultura hippie moldou Vauxhall.

Agora, o nosso apresentador, Luís Sérgio Vasconcelos continua o nosso passeio mostrando um outro lado do bairro onde mora. É uma Vauxhall mais urbana, mais barulhenta, mas também com um lado muito especial: um lado com vista para o Tâmisa.

Descubra mais:

Um dos bairros mais elegantes do sul de Londres: East Dulwich

Ealing, um lugar e suas atrações no oeste de Londres

Lula, como o nosso apresentador é conhecido, começa contando a história de Vauxhall, desde a origem do nome. Vauxhall vem de “Faulke’s Hall” que passou a ser “Foxhall”, como referência à casa dos Fox. A história refere-se a um francês que criou uma área de lazer privada. Mais tarde, essa área, conhecida como Vauxhall Pleasure Gardens foi aberta ao público. Ali, pode ser nas partes elevadas do terreno, os locais onde ficavam os coretos.

royal vauxhall tavern

Lula

Símbolo da história de Vauxhall: Royal Vauxhall Tavern

Em seguida, Lula mostra o lado alternativo de Vauxhall. Seguindo os passos dele, você vai descobrir o que tem feito com que a área tenha uma das noites mais vibrantes da cidade. É também a área onde se concentram alguns dos “gay clubs, mais frequentados da cidade. Tanto que o bairro ganhou o apelido de “Voho”. Um exemplo é o Bar Berlin, um clube de fetiche.

bar berlin

Mas o ponto alto é uma casa que se confunde com a identidade e história de Vauxhall: O Royal Vauxhall Tavern, cabaré gay mais antigo da Inglaterra. É um clube cujo prédio tem um imenso valor arquitetônico. Por isso mesmo ele permanece de pé, uma vez que interesses ligados à especulação imobiliária que quiseram demoli-lo. Ali acontecem performances todas as noites. Lula também conta uma gostosa história, ou lenda, que envolve Freddy Mercury e a Lady Dy.

rio tâmisa vauxhall

Uma curiosidade na história recente

Outra história interessante contada por Lula é a maneira muito peculiar como ele descobriu que havia uma bomba da Segunda Guerra Mundial bem ao lado do primeiro escritório dele em Vauxhall. Para se defender de um eventual ataque nazista, os ingleses deixaram bombas nas entradas da cidade. Às margens do Tâmisa a região é um ponto estratégico da cidade. Por isso, ali foram deixadas bombas que seriam acionadas em caso de uma invasão. Mas o melhor mesmo é você ouvir a história contada pelo próprio Lula.

MI5

A localização privilegiada

Em seguida, vamos para a beira do Tâmisa. A gente saiu bem em frente ao famoso prédio do MI5, o Serviço Secreto Britânico. O prédio, para quem não lembra, aparece nos filmes de 007. Dali se tem uma ideia do quanto a localização de Vauxhall é privilegiada. Das margens do rio, você pode apreciar alguns dos famosos cartões postais londrinos. Também é possível notar o quanto a cidade tem mudado. Um exemplo está na Estação de Energia de Battersea, que Lula destaca. Famosa pelas 4 torres que aparecem na capa do álbum “Animals” do Pink Floyd, ela está sendo transformada em um grande centro comercial e residencial.

lassco Restaurant

E o passeio termina com uma “pint of beer” em um restaurante muito bacana e curioso. O Lassco tem uma decoração de muito bom gosto. Agora, o mais interessante é que, se você gostar de algum objeto lá denatro, pode fazer uma oferta. Se fora aceita, pode levar o objeto pra casa. Tudo isso faz parte da história de Vauxhall e dos arredores desse lugar muito especial na capital inglesa.

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv