hotel savoy
luxo e elegância

Pode-se afirmar que o Hotel Savoy, situado às margens do Rio Tâmisa, em Embankment, conta um pedaço da história de Londres. Construído no local onde antes era a mansão do Conde de Savoy, ele foi aberto em 1889, como o mais luxuoso hotel do Reino Unido.

Logo se tornou sinônimo de luxo e elegância. entre as inovações, por exemplo, estão os elevadores e os chuveiros. Ocupando um quarteirão inteiro, o complexo Savoy, também inclui o famoso teatro de mesmo nome  uma capela. Na companhia da nossa guia Vania Gay, demos uma volta por esse quarteirão e história desse patrimônio londrino.

hotel savoy

Hotel Savoy – Frente para Tâmisa

Descubra mais:

O primeiro hotel de luxo de Londres

Hotel Savoy – história cercada de curiosidades

Durante a volta para contar a história do Hotel Savoy, Vania começa revelando uma curiosidade sobre a lâmpada localizada em uma das ruas laterais do hotel. Como já contamos em outro vídeo, foi o aterramento de parte do Rio Tâmisa que deu origem a embankment. O principal motivo era construir um sistema de esgoto para conter o mal cheiro.

Fart Lane

Fart Lane

O problema era de tal gravidade que, no verão de 1858, o fenômeno ficou conhecido como “O Grande Fedor”. A rua onde a lâmpada está instalada ficou conhecida como Fart Lane (Rua do Peido) e a energia que gerava a luz era produzida por gás metano. O que se diz é que esse gás tinha origem no esgoto do Hotel Savoy.

hotel savoy

Vania Gay

Da “Fart Lane” seguimos para a entrada que fica no lado oposto ao do rio, mais uma curiosidade: o acesso dos carros é feito pelo “lado errado”. e a única rua em Londres onde isso acontece e a explicação é que foi para manter o mesmo percurso feito, então, pelas carruagens. A partir desse ponto, a nossa guia começa a narrar uma sequência de fatos que vem do século XIII. 

hotel savoy

Interior do Hotel Savoy

De palácio a mais luxuoso hotel do país

Em 1243, o rei Henrique III doou as terras, onde hoje fica o hotel, para o tio da esposa dele, que vem a ser o primeiro Conde de Savoy. De geração em geração a  mansão construída no local chegou a John of Gaunt, no século XIV. Ele era, ao mesmo tempo, filho mais novo do Rei Edward III, homem mais rico da época e muito odiado pelo povo. Tão odiado que é uma das causas da chamada “Revolta dos Camponeses”.

Hotel Savoy

Hotel Savoy

Antes mesmo de se tornar um hotel, pelo palácio passaram muitos nomes da nobreza. Foi ond, por exemplo, que se casou com Ana Hyde, em uma cerimônia secreta, Rei James II, irmão do também Rei Charles II. O casal teve duas filhas que viriam a ser rainhas da Inglaterra: Mary II e a sua irmã, e sucessora, Anne. Outro fato interessante é que o Teatro Savoy, que existe até hoje, surgiu antes do hotel.

Placa Hotel Savoy

Museu Savoy – memória e celebridades

Como não poderia deixar de ser, o Hotel Savoy tem uma longa lista de hóspedes famosos. Um dos destaques mencionados por Vania é o pintor impressionista Claude Monet, que costumava se hospedar  frente para o rio, para poder pintá-lo. No interior do hotel fica o Museu Savoy, onde você tem fotografias de muitas celebridades que um dia se hospedaram no hotel: Fred Astaire, Katharine Hepburn, Winston Churchill, entre tantos outros. 

Museu Savoy

Museu Savoy

O Gato Kaspar contra o azar

Mas você não pode dizer que conhece a história do Hotel Savoy sem conhecer um dos seus personagens mais famosos: o Gato Kaspar. ele é fruto da superstição que associa o número 13 ao azar. Um jantar no final do século XIX, contou com 13 pessoas em volta da mesa. O magnata que promovia o evento foi alertado que uma das pessoas à mesa morreria por conta do fatídico 13. ele não deu bolas e, pouco tempo depois, foi a vítima da profecia. 

Gato Kaspar

Gato Kaspar

A partir desse acontecimento, a direção do Savoy passou a sentar um funcionário à mesa, sempre que havia 13 pessoas em torno da mesma. evidentemente, isso causava causava desconforto aos hóspedes. Foi então que surgiu a ideia de se colocar o Gato Kaspar como o 14 convidado. 

Savoy Church

Igreja Savoy

Se o nosso passeio para conhecer esse hotel, que é sinônimo de luxo e elegância, começou de forma curiosa, ele acaba de forma inesperada: Vania visita a Savoy Church e conta um pouco sobre essa igreja muito especial, cuja beleza interior paga qualquer visita, e termina no beco onde Bob Dylan gravou um famoso videoclip. Curioso? O vídeo acima mostra tudo isso e um pouco mais. Não deixe de vê-lo.

 

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv