jardins do palácio de hampton court

Visitar os  Jardins do Palácio de Hampton Court é fazer um passeio cercado de beleza natural, com o toque da criatividade humana. São quase 250 mil metros quadrados de jardins. Tudo isso dentro de um parque com mais de 3 milhões de metros quadrados. São 500 anos de história, cobrindo desde a Era Tudor, passando pela Era Vitoriana, quando os jardins do palácio foram abertos ao público, até os dias de hoje.

the privy garden

The Privy Garden

Descubra mais:

Reserve um passeio guiado por Hampton Court no Londres Tours

Alguns Jardins do Palácio de Hampton Court

Por conta das dimensões, a nossa guia, Vania Gay, escolheu alguns dos principais Jardins do Hampton Court Palace para que você veja o quanto vale a pena visitar este lugar tão especial em Londres. Mas além dos jardins você também vai conhecer o lugar de onde o tênis moderno evoluiu como esporte e a maior e mais antiga videira do mundo.

chapel court garden

Chapel Court Garden

Chapel Court Garden

O Chapel Court Garden é uma reprodução do Jardim dos Tudors e foi inaugurado em 2009 para celebrar os 500 anos da coroação de Henrique VIII. O principal destaque desse pequeno jardim são as esculturas de animais segurando bandeiras. Os animais representam os descendentes de Henrique VIII ou das esposas dele, enquanto que as bandeiras são os brasões das famílias.

jardim da grande fonte

O Jardim da Grande Fonte

The Great Font Garden é um jardim criado durante o reinado de William III. No passado, havia ali mais 13 fontes, mas por ordem da Rainha Anne elas foram removidas. Hoje, os grandes destaques são a grande fonte, as grandes árvores esculpidas e um imenso corredor aquático que lembra um espelho d’água.

royal tennis court

Royal Tennis Court

Você nem precisa sair do Jardim da Grande Fonte para visitar este lugar histórico. A Royal Tennis Court vem dos tempos de Henrique VIII, um apaixonado pela prática de esportes. Até os dias de hoje se pratica ali o “royal tennis”, que deu origem à forma ao tênis moderno. Ele estava fechado durante o nosso passeio, mas ele é aberto ao público durante o verão.

the privy garden

Privy Garden

The Privy Garden

É outro jardim criado durante o reinado de Henrique VIII, mas que passou por grande transformação depois que William III subiu ao trono. Como explica Vania, o grande rival de William III era Luís XIV, o criador dos Jardins de Versalhes e o grande objetivo dele era superar o rival francês em tudo. Foi um jardim privado até o reinado da Rainha Victoria, que ordenou a sua abertura ao público.

orangery garden

Vania Gay

The Pond Gardens e The Lower Orangery

The Pond Gardens são dois “jardins cavados” e, no passado, eram usados para criar os peixes servidos nas refeições da corte, durante o período de Henrique VIII. Foi Mary II, rainha apaixonada por jardinagem, que os transformou em jardins de plantas exóticas. No lado oposto, fica o Lower Orangery Garden and Terrace, que eram usados por Mary II para o cultivo de laranjas.

o grande vinhedo

The Great Vine

E o nosso passeio por alguns dos Jardins do Palácio de Hampton Court termina de uma forma muito especial. Ao acompanhar a nossa guia no vídeo acima, você vai conhecer um pouco da história da maior e mais antiga videira do mundo. Só para você ter uma ideia, ela foi plantada em 1768 por Lancelot “Capability”:, o mesmo jardineiro responsável pelo design do Jardim da Grande Fonte. Ainda dá uva e está registrado no livro dos recordes, o Guinness.

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv