lumiere london 2018
arte em forma de luz

A Lumiere London 2018, fez a noite londrina ganhar um toque de luz muito especial, entre 18 e 21 de janeiro. Foi a segunda edição desta iniciativa e 50 pontos de Londres foram escolhidos para exibir os trabalhos que promovem uma interferência nas ruas e na arquitetura.

O nosso editor saiu na noite fria da cidade para mostrar um pouco desse belo evento, especialmente para você que não teve a oportunidade de vê-lo  pessoalmente.

lumiere london piccadilly

Voyage – Piccadilly

Lumiere London 2018 – o mapa da luz

Para a exibição da Lumiere London 2018, os organizadores distribuíram os trabalhos por 6 regiões de Londres: King’s Cross, Fitzrovia, West End, MayfairWestminster & Victoria e South Bank & Waterloo. A região de West End merece algum destaque porque abrange, entre outras, regiões como Piccadilly Circus, Trafalgar Square, Oxford Circus e Leicester Square, que são vias de grande circulação de pessoas na cidade.

lumiere london trafalgar

Child Hood – Trafalgar Square

Para o nosso vídeo, selecionamos alguns lugares no West End e em Southbank. O ponto de partida foi Piccadilly Circus. A fachada do Hotel Cafe Royal foi escolhida para a projeção do belíssimo Voyage, de Camille Gross ae Leslie Epsztein. Impossível ficar indiferente a este trabalho cujo tema central é a passagem do tempo.

lumiere london 2018

Temas da atualidade – refugiados sírios, lembrados

Temas políticos atuais sempre estão presentes em eventos dessa natureza. É a oportunidade para levar determinadas mensagens para um grande número de pessoas sem o filtro da mídia. É o caso de My Light is Your Light, da artista palestina/libanesa Alaa Minawi. 

O trabalho produzido com esculturas em neon, está na parte lateral da St James Church Piccadilly e é uma referência aos refugiados que tiveram que fugir da guerra civil na Síria.

lumiere london

Nightlife

A natureza iluminada em Leicester Square

Leicester Square, que pode ser chamada de a praça do cinema, ganhou o trabalho criado e produzido por Jo Pocock  e a Lantern Company intitulado Nightlife. A ideia foi trazer a vida selvagem para dentro da cidade.

Quem passava por ali tinha a sensação de ter mergulhado em uma floresta de luz. De lá, seguimos para a Trafalgar Square, onde o espetáculo não era menos belo.

lumiere london

Wave

Lumiere no lado sul do Tâmisa

Atravessando o Tâmisa e passando para Southbank, entre a Waterloo Bridge e a Tate Modern, você vai 9 trabalhos. Um dos que mais chamam a atenção é Wave, de uma companhia dinamarquesa, a Vertigo.

Wave é formada por 40 portas em forma d triângulo, que, juntas sugerem um túnel de luz e música. O sucesso pode ser medido pelo número de pessoas na fila para passar por dentro da onda.

london lumiere

The Light on Their Feet

Ainda em Southbank o nosso vídeo registrou “Light on Their Feet“, que estava relativamente escondido. Quem tinha a sorte de passar pela lateral da Waterloo Bridge tinha a sorte de se deparar com uma sequência de projeção de pés na parede. O trabalho e resultado da parceria entre a francesa Rambert Dance Company e o artista britânico David Ward. As fotos são dos pés dos bailarinos da companhia. Tm mais em nosso vídeo.

LONDON LUMIERE

OSC-L

Não dá pra deixar de mencionar quem está por trás dessa ideia que permite acesso de tanta gente à blos trabalhos arte, concorda? O Lumiere London é realizado pela Artichoke, uma organização sem fins lucrativos.

Muito do trabalho depende de doações. Nesta edição, um aplicativo ajudava na localização de cada intervenção, onde também as pessoas podiam pagar para fazer downloads e dar uma contribuição financeira ao projeto. Dinheiro muito bem empregado, como você pode comprovar em nosso vídeo.

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv