viagem ao norte da itália
os lagos orta e maggiore

Mais que uma viagem ao norte da Itália, foi uma viagem ao mundo do silêncio, da calma, da paz. Era início de 2009, o Canal Londres sequer havia sido lançado, quando fui passar uma semana na Itália. Foi uma viagem que incluiu lugares como Milão, Veneza, MuranoSacro Monte di Varallo.

Foi uma viagem mais que especial, mas um daqueles dias ficou tão marcado que nem preciso recorrer à fotos para relembrá-lo: o dia em que fui levado para conhecer dois lagos no norte da Italia: D’Orta e Maggiore.

Lago Maggiore Itália

Eu estava hospedado na casa de um amigo da Susan, minha esposa, em Borgosesia. É uma pequena cidade na região do Piemonte, a cerca de 60 Km de Milão. A região é um imenso vale cercado de montanhas e cortada por rios e riachos. Muito propícia, por exemplo, para os amantes do ciclismo.

Depois de visitar alguns outros vilarejos, como a histórica Varallo e Alagna, uma estação de esqui onde vive uma comunidade formada por italianos e austríacos, ao pé do Monte Rosa, fui conhecer a região dos lagos.

Orta Itália

Orta

Viagem ao norte da itália, suas ilhas, seus lagos

San Giulio di Orta é uma ilha que, além da água, é cercada por lendas e mistérios. Deve o seu nome a um padre alemão que ali chegou no século IV da era cristã e passou a ser venerado como um santo após libertar a ilha de serpentes, dragões e outros seres, reais ou imaginários, que habitavam o local. Hoje, é o lugar perfeito para quem procura associar férias com boa comida, bom vinho e um bom descanso.

Isla Bela Lago Maggiore

Isla Bela

É possível ficar horas à beira do lago com os olhos perdidos no horizonte, sem ser incomodado. Nas suas ruas estreitas espalham-se obras de arte. Aqui e ali você cruza com um ou outro habitante, quase sempre pessoas idosas. Definitivamente, não é o lugar para quem ainda tem a pilha muito carregada e viaja à procura de baladas.

Orta

Orta

Da tranquilidade de San Giulio di Orta segui para conhecer o maior lago da região, o Maggiore, que é parte italiano e parte suiça. Talvez ali, tenha sido o ponto alto dessa viagem ao norte da Itália. Há diversas vilas às margens do Maggiore, mas foi a partir de Stresa, onde Hemingway costumava buscar refúgio, que o passeio ganhou outra dimensão.

Ilha dos Pescadores Lago Maggiore

Lago Maggiore

Num barco alugado, fui conhecer 2 das 3 ilhas do lago: Ilha dos Pescadores e Ilha Bella, duas vilas medievais que ainda guardam marcas do tempo em que eram estâncias de férias de famílias nobres e ricas. Quase não se vê os seus moradores, salvo um ou outro gato que rapidamente desaparece entre as suas vielas tão logo alguém se aproxima.

Ilha dos Pescadores Lago maggiore

Fishmen Isle

Das margens da Ilha dos Pescadores é possível ver o topo dos Alpes Suiços cortando o horizonte. Horizonte que jamais se apagará da memória de quem tiver o privilégio de fazer esta viagem.

Silvino Ferreira Jr - Editor do Canal Londres

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv