o que fazer em londres
ideias para a sua viagem

Saber o que fazer em Londres é o primeiro passo para aproveitar bem uma cidade que oferece tantas opções ao turista. Ainda mais se é a sua primeira vez em Londres. A melhor resposta deve considerar a combinação de 3 elementos: se é não a primeira visita, a duração da sua viagem e interesses pessoais. Aqui, vamos considerar que você está planejando passar 3 dias em Londres,  e que é a sua primeira vez na cidade. Vamos destacar pontos que você deve visitar, mas a lista, claro, é flexível. Assim, você pode eliminar ou inserir lugares e coisas para fazer, de acordo com a sua vontade. Vamos ao passeio?

london eye

London Eye

Descubra mais:

Passeio guiado: a melhor maneira de visitar Londres pela primeira vez

O que fazer em Londres no primeiro dia?

1 – Big Ben

O Big Ben é o número um quando se fala de cartão postal ou ícone londrino. Diariamente, faça chuva ou faça sol, tem sempre muita gente tirando uma foto com ele ao fundo. Ele está em reforma até 2010, mas mesmo assim você não pode deixar de conhecer. Na verdade, a não ser que você tenha outro interesse muito específico, vá primeiro conhecer o Big Ben. É a prova número 1 de que você esteve em Londres. A estação de metrô de Westminster tem uma saída bem na frente dele. A outra vantagem é que ele fica ao lado de outras grandes atrações da cidade: a London Eye, em um dos lados opostos, o Palácio de Westminster  e a Abadia de Westminster.

big ben

Big Ben – Em reforma até 2020

2 – Palácio de Buckingham

Depois do Big Ben e o seu entorno, o passo mais natural é caminhar cerca de 15 a 20 minutos e conhecer o Palácio de Buckingham. Este é outro ícone londrino que deve estar no seu roteiro de coisas para fazer em Londres. Residência oficial do monarca de plantão, é a casa da Rainha Elizabeth II. A principal atração em torno do palácio é a famosa troca de guardas. Se você pretende assistir, é bom certificar-se quanto aos dias e horários. O ideal é chegar com pelo menos 1h de antecedência, para garantir um bom lugar. Não deixe de apreciar o belo St James Park, que fica a alguns metros da frente do palácio.  Também é possível visitar o Buckingham Palace por dentro, durante certo período do ano.

palácio d buckingham

Palacio de Buckingham

3 – Hyde Park

Ir ao Hyde Park depois do Palácio de Buckingham é aconselhável por 2 motivos: é um dos maiores e mais bonitos parques de Londres e por questão de logística, já que ele fica na parte de trás do palácio. Se você está de frente para o palácio, só seguir pela lateral direita que não tem como errar. Se for um domingo, vale a pena passar pelo Hyde Park Corner e ver os “malucos” que fazem discursos, protestos, vendem ideias ali. Mas o ponto alto é caminhar em direção ao Lago Serpentine. É colírio para os olhos, com muitas aves aquáticas, grama para se largar, passeio de pedalinho. Se for primavera ou verão, aí é que o passeio vale mesmo a pena. Isto é suficiente para o primeiro dia.

lago de hyde park

Serpentine Lake – Hyde Park

Sobrando tempo, o que fazer em Londres ainda no primeiro dia? Você escolhe. É muito fácil seguir do Hyde Park em direção a Kensington Palace e Kensington Gardens, por exemplo. Você também pode conhecer o Royal Albert Hall e ir até a Exhibition Road, onde estão 3 grandes museus da cidade: Museu da Ciência e  Museu de História Natural, perfeitos para quem está com crianças, e o Museu Victoria & Albert, o maior museu de arte decorativa do mundo.

museu de história natural

Museu de História Natural

O que ver no segundo dia em Londres

1- Trafalgar Square

A sugestão para o segundo dia é que você explore o coração de Londres. Você pode começar pela Trafalgar Square. Pode-se dizer que e a praça do povo. O lugar onde os londrinos se reúnem para celebraçõs, protestos, concertos. Tem muito artista de rua bem na frente da National Gallery, que você deve visitar, se quer ver obras de grandes mestres da pintura.

trafalgar square

Trafalgar Square

2 – Piccadilly Circus e Covent Garden

A 5 minutos da Trafalgar Square fica Piccadilly Circus, outro lugar que é cartão postal da cidade. De lá, você pode seguir para o Soho, se curte lugares alternativos, ou para Covent Garden, onde a principal atração é o mercado e os muitos artistas de rua. A região também é um paraíso para quem curte fazer compras. Por falar nisso, se comprar é a sua diversão, você pode aproveitar e dar um pulo na Carnaby Street, uma rua e pedestres, só de lojas descoladas. Você também não está longe da Oxford Street, outra meca para quem curte fazer compras. Com um GPS, você faz tudo a pé, em poucos minutos.

covent garden market

Covent Garden Market

3 – British Museum

O bom desses lugares é que todos são muito bem servidos pelo metrô e linhas de ônibus, mas você consegue fazer tudo a pé. Sobrando disposição, o próximo passo e ir até o British Museum, o mais visitado de Londres e um dos mais importantes do mundo. Vale a pena reservar pelo menos 2 horas para esta passeio. Você não vai conseguir ver tudo, mas a gente tem um post especial sobre o British onde você pode descobrir as principais atrações do museu.

musu britânico

Museu Britânico

Sobrou tempo? A sugestão é que você pegue o metrô, na linha preta (Northern Line) e vá conhecer Camden Market, um dos mercados mais icônicos de Londres. Em Camden, na área dos estábulos, tem muita referência a Amy Winehouse, porque ela viveu ali e frequentava o mercado e alguns pubs da área. Se museu não é a sua prioridade, você pode ir direto de Covent Garden para Camden e deixar o British Museum para a próxima vez. Neste caso, pegue o metrô (Northern Line) em direção a Camden na estação de Leicester Square, entre Piccadilly e Covent Garden.

camden town

Camden Town

Londres no seu terceiro dia de viagem

Margem sul do Tâmisa

Depois de seguir as sugestões acima, você já vai se sentir familiarizado com a cidade. Passou aquele frio na barriga do primeiro dia e você descobriu que o londrino é, em geral, um povo receptivo. Então, para fechar com chave de ouro, o que ver em Londres no último dia na cidade? A nossa sugestão é uma bela caminhada ao longo da margem sul do Rio Tâmisa. Você pode, por exemplo, descer na estação de Waterloo e andar 5 min em direção ao rio.

tâmisa

Londres vista da margem sul do Tâmisa

Tate Modern, Borough Market, Tower Bridge, Torre de Londres

De frente para rio, ir à direita e comece a sua caminhada. Você vai passar por lugares como a Tate Modern, a Ponte do Milênio, uma ponte de pedestre que você pode atravessar para ir até a Catedral de São Paulo. Continuando pela margem sul, você vai passar pelo Teatro de Shakespeare, que vale a pena uma visita. Em seguida, uma excelente sugestão é conhecer o Borough Market, o maior mercado gastronômico do Reino Unido.

borough market

Borough Market

Saindo de lá, continue a caminhada até a Tower Bridge, um dos principais cartões postais da cidade. Ao lado da Tower Bridge, fica outro cartão postal famoso: a Torre de Londres. O preço é um pouco salgado , mas vale muito a pena a visita.

tower bridge

Tower Bridge vista de dentro da Torre de Londres

O que fazer em Londres à noite

Finalmente, uma dica: se você curte sair à noite, tem muita coisa para fazer em Londres. Se você é fã de teatro, só na região de Piccadilly, Covent Garden e Soho, existem mais de 40. Tanto que a região é apelidada de “Teatrolândia“. Tem musical, drama, comédia, dança.

shoreditch londres

Grafite em Shoreditch

Quer ir onde a noite é agitada e cheia de gente descolada, clubes, pubs? Shoreditch é o lugar da moda em Londres. Fica o chamado East End. Outra opção? A noite de Camden Town, também muito agitada, com muitos clubes para se ouvir jazz e rock. Por falar em jazz, a noite do Soho é ótima para esse gênero musical. Para quem faz parte do universo LGBT, duas dicas: o Soho e o bairro de Vauxhall.

Para finalizar, se você vem a Londres por mais tempo, temos 3 sugestões de posts com mais opções para você planejar o que fazer na cidade:

Londres em 4 dias

Londres em 5 dias 

Pontos Turísticos de Londres

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv