guia para conhecer londres – palácio de westminster

a residência oficial do poder no reino unido

Palácio de Westminster impressiona pela imponência da sua arquitetura.  É, sem dúvida, a construção que domina a paisagem em uma área onde se estão os prédios que representam as diferentes instâncias do poder no Reino Unido: o legislativo, com o parlamento; o executivo, com a 10 Downing Street, casa do Primeiro-Ministro; o judiciário, com a sede da Suprema Corte; e o religioso, com a Abadia de Westminster. Os séculos de existência guardam grande parte da história política da Inglaterra e do Reino Unido. É um pouco dessa história que Vania Gay, nossa guia de turismo Blue Badge, conta em mais um vídeo da série Guia para conhecer Londres.

paleacio de westminster

Descubra mais:

Um passeio pela região de St James

Palácio de Westminster – incêndio e bombardeios

A história do palácio tem origem no século XI, quando ele foi construído. Ao longo do tempo ele passou por verdadeiras provas de fogo: foram dois incêndios e mais os bombardeios durante a Segunda Grande Guerra. O interessante é que ele ainda guarda parte da sua arquitetura original. Vania mostra isso logo na abertura do vídeo, quando chama a atenção para a diferença no estilo arquitetônico da área denominada de Great Hall, construído pelo Rei William, O Conquistador. É essa a parte que resistiu ao incêndio de 1512.

estátua de oliver cromwell

Oliver Cromwell

Oliver Cromwell

Contar a história do palácio também é visitar a biografia de grandes personagens que construíram a história política da Inglaterra e do Reino Unido. Uma figura central, entre tantas outras, é Oliver Cromwell. Como toda grande figura política, a vida dele está cercada de polêmicas. Foi um herói para alguns, um ditador para outros. No entanto, ninguém pode negar o papel decisivo que Cromwell teve para a solidificação do parlamentarismo como sistema político do Reino Unido. O grande momento em que é traçada uma linha que limita o poder dos monarcas britânicos acontece quando o Rei Charles I invade a Casa dos Comuns, em perseguição a alguns membros do parlamento. Oliver Cromwell foi o líder da revolução civil que culminou com a execução de Charles I, em 1649. Por isso, a estátua dele tem lugar de destaque na fachada do Palácio de Westminster.

capela henrique VII

Capela Henrique VII

O novo gótico

Depois de mostrar o que ficou da construção original, a nossa guia fala sobre a parte mais nova do palácio. Nova, em termos relativos, claro. Um segundo incêndio devastador, em 1834 só poupou o Grande Hall, o que exigiu um trabalho de reconstrução completado em 1870. É um ponto do vídeo que traz uma informação pouco conhecida do grande público: a nova fachada foi projetada como um espelho da Capela de Henrique VII, no lado oposto da rua. No interior do palácio, 11 quilômetros de corredores dão uma dimensão da grandeza dessa construção.

victoria tower

Victoria Tower

A torre da rainha

Duas torres do palácio ganharam nomes de rainhas: Elizabeth II, empresta o nome à torre que abriga o famoso sino, o Big Ben; enquanto que,  na extremidade oposta, está a Victoria Tower. Após a sua construção, durante o reinado da Rainha Victoria, ela tornou-se a torre mais alta da Europa. A porta de entrada dá acesso ao salão onde são realizadas as grandes cerimônias, com convidados ilustres. É por ali que a rainha entra anualmente para o discurso que inaugura o ano parlamentar. Também ali ficam arquivados todos os documentos que registram os “atos do parlamento”.

ricardo coração de leão

Ricardo Coração de Leão

O rei que só falava francês

É estranho, soa absurdo, mas é verdade: com lugar de destaque na área do Palácio de Westminster, a estátua de Ricardo I, o Ricardo Coração de Leão, parece um peixe fora d’água. Conhecido pelas lutas nas cruzadas, ele só falava francês e não gostava de Londres. A única explicação para que a sua estátua esteja ali é dada por Vania: o escultor era amigo da Rainha Victoria e do Príncipe Albert. Como amigo, ele pediu para que a estátua fosse colocada ali.

George V

George V

O pai do rei gago

Quem viu o filme “O Discurso do Rei”, deve lembrar do nome do monarca que herdou o trono por conta da renúncia do irmão. O filme, ganhador do Oscar, conta a história de George VI e a luta para superar a gagueira. É na frente da estátua do pai dele, George V, que a nossa guia se despede de você. É uma despedida que você não deve perder porque ela revela um fato que tornou uma marca do reinado de George V: a substituição do sobrenome de origem alemão dos membros da família real por Windsor, nome do mais famoso castelo da Inglaterra. Também é uma despedida com reticências porque vamos continuar este passeio pela região que é o coração do poder britânico.

© 2009 - 2016 - Canallondres.tv - Todos os direitos reservados /