rotherhithe
ponto de partida
para a américa

Rotherhithe é onde os Estados Unidos da América começaram a nascer como país.

Foi dessa área londrina, localizada na margem sul do Rio Tâmisa, de onde partiram os pioneiros em direção à América, com o objetivo de fundar a Nova Inglaterra. Só isso já seria bastante para um passeio por este pedaço histórico de Londres. O bom é que Rotherhithe tem mais a oferecer.

Rotherhithe – surpresas a caminho do rio

O editor do Canal Londres, Silvino Ferreira Jr., tirou a tarde de um domingo para mostrar algumas razões para você fazer o mesmo. A partir da estação de mesmo nome, na linha Overground, a caminhada até a margem sul do rio leva 5 minutos. No caminho, o primeiro lugar a chamar atenção é o Museu Brunel. Vale muito a pena você fazer a sua primeira parada ali.

bar jardim

Em nosso caso, ainda tivemos uma surpresa: um belo bar que funcionava em um jardim, bem no dia da nossa caminhada. Em forma de círculo, o bar distribui bancos e mesas entre as flores e vegetação que formam o jardim. Acontecia ali um evento chamado Midnight Apothecary, que acontece no verão. A partir desse pop-up bar rola um tour pelo museu. Se você passar por lá, não deixe de provar as cervejas artesanais e os drinks muito especiais que são servidos ali.

museu brunel

Museu Brunel

Em seguida, foi hora de visitar o museu. Brunel e o sobrenome de dois grandes engenheiros: Marc Brunel e o seu filho Islamabad Kingdom Brunel. São importantes nomes na história do transporte no Reino Unido por terem desenvolvido a tecnologia para a perfuração de túneis. Não é por acaso que o museu fica ali, já que ambos participaram da construção do túnel de Rotherhithe, que liga as margens norte e sul do Tâmisa. Na época da construção, o filho ainda era um aprendiz, que viria a superar o nome do pai em fama e prestígio.

the pocket pilgrim

Silvino Ferreira Jr

Rotherhithe – ponto de partida de pioneiros

Hora de sair do museu e começar o passeio ao longo da margem do rio. A primeira parada obrigatória fica logo em frente, na esquina de um pequeno jardim chamado Cumberland Wharf. Trata-se da estátua Sunbeam Weekly and the Pilgrim’s Pocket.

rotherhithe

Ela é uma homenagem aos pioneiros que deixaram a Inglaterra para fundar os estados Unidos da América em 1620. O livro que o menino segura, e uma referencia ao exemplar original onde todos os pioneiros assinaram os seus nomes, antes do embarque. Antes do final do passeio, você vai descobrir mais sobre esse assunto.

ponte bascula

De lá, seguimos em direção a mais duas grandes atrações: uma ponte e um pub. A ponte vermelha que tanto chama a atenção é um projeto pioneiro de ponte báscula, pela maneira como ela era levantada para permitir a passagem de embarcações. Londres tem a mais famosa das pontes básculas no mundo, a Tower Bridge, mas a ponte de Rotherhithe também tem seus encantos.

pub

Ao atravessar a ponte uma boa pedida é ir até o belo pub que fica no lado esquerdo. Ele é um símbolo da transformação que a região passou depois da Segunda Grande Guerra. Grandes galpões e armazéns foram transformados em blocos de apartamentos, pubs, restaurantes.

st mar's church
E como o nosso passeio é uma volta, depois de tomar uma cervejinha, chega a hora de saber mais sobre os pioneiros que partiram de Rotherhithe para fundar os estados Unidos da América. Caminhamos em direção ao ponto da nossa partida para conhecer dois lugares que você não pode deixar de visitar: a St Mary’s Church e o Pub Moonflower.

The Mayflower Pub

E neste pub onde está o livro assinado pelos passageiros e membros da tripulação que partiram em 1620. O nome e tomado do navio que levou os ingleses para a América: o Pilgrim Father’s Mayflower. Ele é considerado o pub mais antigo às margens do Tâmisa. Para descobrir mais, basta acompanhar o nosso editor nesse passeio com muita história.

 

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv