torneio de wimbledon
tradição, história e emoção

O verão na capital inglesa é um período onde eventos fantásticos acontecem, são muitos shows, cinemas e teatros ao ar livre, mas há também um evento esportivo que é muito especial e acontece sempre no final de junho, início de julho: o torneio de tênis de Wimbledon.

wimbledon

Descubra mais:

3 pubs para você visitar em Wimbledon

É o mais antigo torneio de tênis do mundo, com sua primeira edição em 1877, e o único “Grand Slam” que acontece na grama. “Grand Slams” são os torneios mais prestigiados onde os melhores jogadores do mundo participam. Além de Wimbledon, os outros “Grand slams” do tênis são Roland Garros, em Paris, US Open e Australia Open. O torneio acontece no All England Lawn Tennis and Croquet Club, no bairro de Wimbledon, em Londres.

wimbledon

Vista das quadras, no The All England Lawn Tennis Club, Wimbledon.  Foto: AELTC/Joe Toth

O torneio dura duas semanas e atrai uma quantidade de público impressionante de quase meio milhão de pessoas. Em 2016 foram 493.928 espectadores no total de 14 dias. Além disso, a BBC faz uma cobertura completa do jogos, com mais de 150 horas de transmissão, assim como os canais de televisão cobrem Olimpíadas e Copas do Mundo. Enquanto tem jogo acontecendo, pode ligar a TV ou usar o aplicativo da BBC e acompanhá-lo de casa. O jogo mais importante do torneio é a final masculina que ocorre no último dia, sempre aos domingos à tarde. Em 2016, a audiência alcançou mais de 13 milhões de espectadores na Inglaterra, o equivalente a uma fatia de 69% da audiência do país.

Como Participar? Ingressos e A Fila

A procura por ingressos para Wimbledon é massiva, então estes são vendidos através de sorteio. Para participar do sorteio, você deve seguir um processo de obtenção e preenchimento de formulário junto a organização do evento, no período de setembro a dezembro do ano anterior. O resultado do sorteio sai em fevereiro, quatro meses antes do evento.

wimbledon

A Fila

Se você não tem ingresso e não quer pagar preços exorbitantes no mercado paralelo, você pode ainda participar do evento entrando na fila que se forma nos campos do lado de fora da área das quadras. Eu já entrei nessa fila duas vezes e depois de algumas horas, achei que valeu muito a pena a espera. Também é parte da experiência, a forma como a fila é organizada. Imagine uma fila com milhares de pessoas onde ninguém passa na sua frente. Ao entrar na fila, você ganha uma senha com o seu número do lugar na fila. Água e suco grátis são oferecidos aos participantes da fila. Ninguém passa sede. Se você está em um grupo, pode sair e voltar da fila quanto quiser. Pode ir descansar um pouco na grama, fazer um picnic, ou ir ao banheiro. Depois de algumas horas de espera, quando chega a sua hora de entrar no complexo Wimbledon, você se sente a pessoa mais feliz do mundo.

wimbledon

Existem diversos tipos de ingressos. Aqueles que dão acesso a quadra principal, a Centre Court, são os mais caros. Você também pode comprar ingressos com acesso a outras quadras importantes como Court No.1, Court No.2 e Court No.3, ou ainda comprar o ingresso que te dá acesso ao complexo e inclui as outras quadras menores. Você pode dar sorte e ver algum jogador famoso nessas quadras menores. Os preços dos ingressos variam de £15 a £190, dependendo do acesso e horário. Ingressos a partir de 17h para a área aberta são um pouco mais baratos. Se você vai no esquema low-budget, é aconselhado ir na primeira semana, onde há muitos jogos acontecendo nas pequenas quadras.

tabela de jogos wimbledon

Sorte grande e persistência

Logo na entrada do complexo, tem uma tabela gigante com os jogos em andamento e resultado dos jogos que já acabaram. Alguns anos atrás fui a Wimbledon com meu irmão, um grande apaixonado do tênis, passamos quase 4 horas na fila.  Assim que entramos no complexo e começamos a ler a tabela dos jogos, um brasileiro se aproximou de nós (meu irmão vestia a camisa do Brasil) e nos deu dois ingressos para a Centre Court. Ele estava indo embora e disse que quando viu a camisa do Brasil pensou logo em repassar o seu ingresso para um outro brasileiro. Não acreditamos na nossa sorte! Agradecemos demais ao nosso conterrâneo generoso e corremos para a Centre Court.

torneio d wimbledon

Se você não tem ingresso para umas das quadras principais, você ainda tem chance. Dentro do complexo tem uma bilheteria de revenda de ingressos. Pessoas que tinham ingresso para as quadras principais mas que não ficam até o final do dia, deixam o seu ingresso para revenda nessa bilheteria. Toda a renda obtida com a revenda é destinada à caridade. O dia é muito longo em Wimbledon. Começa às 11:30 e pode acabar depois das 10 da noite. Por isso, a oferta de ingressos para revenda é bem interessante.

Alguns jogos chegam a ter duração de 5 ou até 6 horas. Este ano assisti de casa o final de um jogo que durou 4h e 48 minutos! Foi emocionante. O jogador de Luxemburgo, Gilles Muller derrotou o espanhol Rafael Nadal. Os dois resistiram bravamente ao último set que durou mais de 2 horas. Resultado, o jogo seguinte, em que jogaria o sérvio Djokovic, foi cancelado e transferido para o dia seguinte.

wimbledon

Além do torneio masculino, há também competições femininas, de duplas (masculino e feminino), meninas e meninos. A aposta feminina deste ano continua sendo Venus Williams, americana de 37 anos que já venceu 10 Grand Slams, dos quais 5 em Wimbledon. A principal rival e parceira ao mesmo tempo, sua irmã mais nova Serena Williams de 35 anos, este ano não compareceu ao torneio por estar grávida. Serena venceu Wimbledon 7 vezes e acumula 23 Grand Slams. As duas irmãs também venceram inúmeras vezes jogando em dupla.

Este ano o suíço Roger Federer de 35 anos está buscando o recorde de oito vezes campeão em Wimbledon. Hoje ele divide o recorde de sete vezes campeão com o americano Pete Sampras. Sampras, 45 anos, deixou os torneios em 2002, aos 30 anos.

Federer em Wimbledon

Diversão

Uma outra tradição de Wimbledon é comer morangos com champagne. Em 2016 foram 29.000 garrafas de champagne consumidas em Wimbledon, e 28.000 quilos de morangos ingleses, o equivalente a 140.000 porções.

Como a maioria das pessoas passam o dia no local, lá você encontra diversos bares e restaurantes para todos os gostos, do fast food ao Champagne Bar. O restaurante Wingfield com vista para as quadras oferece menu sofisticados e afternoon tea. Precisa de reserva.

A bebida inglesa do verão, o Pimms, também é tradicional no evento. Leia mais sobre Pimms aqui.

Do lado de fora da Centre Court há um telão para os menos sortudos assistirem ao jogo principal do momento. De frente ao telão a multidão animada faz picnic, bebe e vibra com as emoções que um grande jogo proporciona. O gramado onde os espectadores do telão se acomodam é um morro chamado Aorangi Terrace, mas que é sempre apelidado com uma homenagem ao jogador inglês do momento. Por muitos anos o morro foi conhecido como “Henman Hill”, em homenagem a Tim Henman, jogador inglês também já fora das quadras. Ali ficavam os torcedores de Henman. Hoje os britânicos torcem pelo jogador escocês, Andy Murray. Murray já ganhou Wimbledon duas vezes, e também medalha de ouro nas duas últimas olimpíadas. Por isso, o “Henman Hill” é hoje também apelidado de “Murray Mound” ou “Mount Murray“. Nas transmissões da BBC, a câmera alterna entre o jogo e a torcida animada no morro.

wimbledon

Grandes celebridades, incluindo membros da família real, marcam presença no evento. Enfim, o clima é de muito festa em torno deste esporte tão elegante e bonito de se ver que é o tênis.

Muito interessado em Wimbledon? Leia tudo sobre o evento no site oficial www.wimbledon.com, e organize-se para estar em Londres em 2018, seja com ingresso na mão ou disposição para enfrentar a fila longa mas justa.

Fora de época em Londres? Você pode ainda visitar o Museu Wimbledon.

Por Denise Neves

Denise Neves

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv