mind the gap: transporte em londres

Era uma madrugada de quinta-feira. Tinha 24 anos e toda vontade do mundo de me aventurar na noite londrina. Tinha acabado de chegar na cidade e o pessoal da Saint Giles School combinou uma saída à noite. Óbvio que topei. A noite se estendeu entre pints, fumaça, gargalhadas e a batida do dj.  Fui parar num dos melhores clubes da cena eletrônica internacional: o Heaven. A noite foi ótima, mas a carruagem abóbora em forma de  metrô tinha virado purpurina no meu rosto! E assim estreei no night bus em direção a Highgate onde eu morava. Foi uma experiência fora do comum sobre o transporte em Londres.

ônibus vermelho

A cidade tem uma excelente cobertura de linhas de ônibus e bicicletas na Zona 1 e 2.

Ainda estava na empolgação, quando aos poucos o pessoal ia se despedindo ao descer nos seus destinos. Não tinha certeza onde desceria e arrisquei uma parada. Quem disse que eu me achava? Não tinha Google maps! Muito menos Uber. Lá estava eu perdida! Não passava nenhum táxi. Ninguém na rua. Só eu e o meu medo! Quando de repente aparece um carro da Metropolitan Police. Param e perguntam se preciso de ajuda. Explico a situação e os “anjos” me oferecem carona para o meu endereço. Alívio! Cheguei em casa inteira. No outro dia de manhã, resolvi estudar o transporte da cidade. Eram os anos 90 e ainda usavam o London A to Z, “bíblia” com uma maneira bem fácil de achar endereços da cidade. De  lá pra cá, muita coisa mudou para melhor quando o assunto é mobilidade.

Você pode ir de bicicleta (disponíveis em vários pontos das Zonas 1 e 2)), ônibus, metrô, overground, trem, barco e até teleférico. Todos estes meios de transportes são oferecidos pelo Transport for London.

Estação de bicicletas em Shoreditch

E agora, o metrô nas linhas Central, Jubilee, Northern e Victoria funcionam no final de semana na madrugada. Para checar os horários é só acessar o https://tfl.gov.uk/campaign/tube-improvements/what-we-are-doing/night-tube.

Se você esqueceu o seu Oyster (cartão onde faz o carregamento de créditos para as suas jornadas) não tem problema, desde que você tenha um cartão contactless funcionando no Reino Unido. É bom testar antes. O transporte em Londres é considerado um dos melhores do mundo, as estações são bem sinalizadas e os atendentes são muito qualificados.

Uma dica interessante é baixar um aplicativo que te dê informação em tempo real sobre a viagem que você quer fazer. Você também pode usar o Google Maps para isso. Por fim, reserve umas libras a mais para experimentar, na minha opinião, o táxi mais eficiente e glamouroso do mundo: o black cab. Boa Viagem!Black Cab em Londres

Mais informações em https://tfl.gov.uk/

manoella valadares

A sua opinião é muito bem-vinda. Deixe um comentário

receba nossa newsletter
somos uma tv online
feita por brasileiros
em Londres e estamos
construindo um arquivo
inédito sobre a diáspora
brasileira na Europa.

info@canallondres.tv